Programa de Pós-Graduação em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas

O Programa

O Programa de Pós-Graduação em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas (PPGMPA) do Instituto Biomédico (CMB) da Universidade Federal Fluminense (UFF) tem apenas 11 anos de história, mas possui destaque na área de Microbiologia e Parasitologia no cenário regional e nacional e vem buscando cada vez mais a sua consolidação e internacionalização.
Ao longo do tempo, microbiologistas e parasitologistas têm enfrentado e proposto soluções para epidemias, endemias e pandemias, tais como malária, febre amarela, dengue, doença de Chagas, leishmaniose, toxoplasmose entre outras. Tais doenças tropicais e/ou negligenciadas vêm sendo priorizadas em alguns editais e somam boa parte da produção científica da área de Ciências Biológicas. Entretanto, no Brasil, ainda são escassos estudos envolvendo diversidade, evolução, mecanismos patogênicos, metabolismo e fisiologia de uma série de microrganismos e protozoários, indicando um importante déficit de recursos humanos e financeiros para condução de pesquisas mais avançadas na área.
Nosso Programa tem potencial considerável para abordar vários destes temas, visando contribuir para o conhecimento de aspectos laboratoriais e epidemiológicos, com o intuito de desenvolver e avaliar testes diagnósticos e/ou drogas antimicrobianas e promover o controle higiênico-sanitário dos agentes microbianos e parasitários de importância médica humana e veterinária, bem como de doenças vinculadas à contaminação microbiana do ambiente, em particular de veiculação hídrica. Dessa forma, estamos inseridos no conceito de “One Health” (Saúde Única), que visa a integração entre saúde humana, saúde animal e ambiente, considerando a adoção de políticas públicas efetivas na prevenção e controle de doenças. Estes estudos resultam em ações nas áreas de educação em saúde, ética e integridade científica, promovendo uma melhoria significativa na qualidade de vida para a população regional e nacional, que ainda hoje se apresenta com elevadas frequências de infecções e infestações.
Sendo assim, o PPGMPA representa um sólido ambiente acadêmico para despertar vocações docentes, em áreas de pesquisa e inovação tecnológica. Dessa forma, a proposta deste Programa é a formação de profissionais, em nível de Mestrado e Doutorado (este último implementado em 2015), capacitados à pesquisa e formação de recursos humanos em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas, principalmente em temas ainda carentes de pessoal especializado no Estado do Rio de Janeiro e no Brasil.
O PPGMPA possui duas áreas de concentração (Microbiologia e Parasitologia) para os níveis de Mestrado e Doutorado, contendo as seguintes linhas de pesquisa: 1) Bacteriologia, 2) Micologia, 3) Parasitologia, 4) Paleoparasitologia, 5) Educação em Saúde e 5) Virologia, nas quais são desenvolvidos projetos em temas como: Diagnóstico laboratorial, evolução e patogenia das infecções bacterianas, virais, fúngicas e parasitárias, Doenças de veiculação hídrica e Doenças sexualmente transmissíveis, além de pesquisas em novas drogas para tratamento de infecções microbianas. Esse último projeto de pesquisa é mais recente e conta com estudos em biofármacos (extratos de algas e vegetais e drogas baseadas em anticorpos monoclonais) com potencial antiviral (rotavírus, herpesvírus, calicivírus, Zika vírus, entre outros), antifúngico, antibacteriano e antiparasitário (p. ex., Leishmania), consistindo em um importante desafio para os nossos docentes pesquisadores, podendo levar à obtenção de patentes (já em andamento) e pesquisas clínicas.
A linha de pesquisa Educação em Saúde tem como objetivo o reconhecimento da importância da educação em saúde no processo de transformação social, bem como o papel do profissional formado em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas como educador na área da saúde. Em termos gerais, a Educação em Saúde deve ser compreendida como uma proposta que visa a divulgação científica para o indivíduo em geral, levando à capacidade de analisar de forma crítica a sua realidade e também de decidir ações conjuntas para sanar problemas, de modo a organizar e realizar a ação e de avaliá-la com espírito crítico.
O curso conta ainda com 24 disciplinas de caráter geral (metodologia científica, estatística, entre outras) e ligadas às linhas de pesquisa. As diferentes abordagens nas áreas de conhecimento relacionadas à Microbiologia e à Parasitologia garantem aos nossos alunos uma formação científica avançada e multidisciplinar. As disciplinas obrigatórias são de responsabilidade dos docentes permanentes e tem como objetivo capacitar o aluno como docente de nível superior e pesquisador. Essas disciplinas mantém a identidade do programa, estimulando a visão crítica do processo de geração do conhecimento em Microbiologia e Parasitologia, vocação esta enriquecida pela atuação de nossos docentes na graduação, seja em disciplinas seja nas atividades de iniciação a pesquisa, à docência e extensão – tripé que alimenta nossa Universidade. Disciplina também obrigatória é a de Seminários Avançados em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas, onde o aluno poderá participar de palestras no Centro de Estudos, que recebe pesquisadores renomados de diferentes Instituições de pesquisa da nossa região – a saber: Fiocruz, UFRJ, UERJ, INCa e da própria UFF.

Copyright 2019 - STI - Todos os direitos reservados

Translate »